Grupo Africano de Reflexão e Acção Feminista

Mulheres progressistas e feministas têm desempenhado historicamente um papel importante e largamente pouco apreciado em muitas lutas de libertação africanas. Ainda hoje, as feministas estão na vanguarda na resistência aos retrocessos democráticos e na luta contra a discriminação contínua baseada no género, raça, etnia e classe.

Convencida do potencial transformador do pensamento feminista e do activismo para projectos políticos progressistas mais amplos, desde 2016 a FES Moçambique convoca reuniões regulares de académicas feministas, activistas sociais e mulheres progressistas nos sindicatos e na arena política de diferentes regiões do continente africano. Nos chamados "Laboratórios de Ideias Feministas", um grupo de 40 mulheres reuniu-se regularmente para discutir as agendas políticas nos seus contextos, partilhar experiências e trocar tácticas políticas de uma forma participativa, interseccional e solidária. Formaram o Grupo Africano de Reflexão e Acção Feminista e empenharam-se na procura de alternativas socio-económicas e políticas concretas, que permitam às mulheres (e aos cidadãos em geral) falar por si próprias e lutar pelos seus interesses, direitos e liberdades.

As discussões foram documentadas através de uma série de vídeos e da Série de Reflexões Feministas. O grupo também apresentou uma agenda conjunta sobre extractivismo e resistência feminista, que põe em prática as ideias políticas: sob a forma de "escolas feministas" para mulheres em áreas de mineração, encontros de solidariedade e partilha de conhecimentos entre África, Ásia e América Latina, projectos de investigação sobre a influência das culturas alimentares geneticamente modificadas nas comunidades e mulheres tanto como ferramentas activistas (link) para a luta conjunta contra a violência baseada no género. Algumas reflexões posteriormente transformaram-se também em contribuições para o número especial sobre Extractivismo (link) do Jornal Feminist Africa.

Participação política, organização feminista e criação de espaços democráticos inclusivos

Akiyode-Afolabi, Abiola

Participação política, organização feminista e criação de espaços democráticos inclusivos

Maputo, 2021

Baixar PDF (1,1 MB, PDF-File)


Para além do Extrativismo: Alternativas feministas para um desenvolvimento equitativo em termos sociais e de género em śfrica

Randriamaro, Zo

Para além do Extrativismo: Alternativas feministas para um desenvolvimento equitativo em termos sociais e de género em śfrica

Maputo, 2019

Baixar PDF (1,6 MB PDF-File)


Conversas feministas

McFadden, Patricia; Twasiima, Patricia

Conversas feministas

Situando as nossas ideias radicais e energias no contexto africano contemporâneo
Maputo, 2019

Baixar PDF (1,8 MB PDF-File)


Notícias

20.09.2022 | Evento, News

Iniciou ontem o 14º Congresso Mundos de Mulheres sobre o tema: “Feminismos Africanos - Construindo Alternativas para as Mulheres e para o Mundo…


Ler mais

19.07.2022 | News, Event

A Plataforma de Jovens Líderes Moçambique, um grupo formado por Alumnis do programa Jovens Líderes da Fundação Friedrich Ebert , é muito activa na…


Ler mais

Publicações

From political liberation to economic dependency?

From political liberation to economic dependency?

Rethinking policies of economic development and social inclusion
Maputo, 2022

Baixar PDF (2,5 MB PDF-File)


Défaire le monstre à trois têtes

Cunha, Teresa

Défaire le monstre à trois têtes

Une réflexion féministe sur le genre
Maputo, 2022

Baixar PDF (6,7 MB PDF-File)


Friedrich-Ebert-Stiftung
Escritório Moçambique

Av. Tomás Nduda, 1313
Caixa Postal 3694
Maputo – Moçambique

(00 258) 21 49 12 31
(00 258) 21 49 02 86

info(at)fes-mozambique.org
mozambique.fes.de

voltar ao início